ONG realiza o primeiro censo LGBT de Goiânia

Iniciativa quer aferir dados dessa população, constante vítima de preconceitos, para exigir políticas públicas que amenizem a violência diária

O Grupo DiverCidade quer ajudar a escrever parte da história da comunidade LGBT de Goiânia. A organização não governamental está realizando um censo para levantar informações dessa população na capital goiana para exigir melhores condições e acesso a políticas públicas, como Saúde, Educação, Trabalho e Segurança. O questionário pode ser respondido por lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais até o dia 3 de julho.

De acordo com o vice-presidente do Grupo e coordenador de políticas de assistência social para a população LGBT da Prefeitura de Goiânia, Adriano Ferreto, o levantamento é importante para estabelecer posturas e projetos políticos mais eficientes para essa comunidade. “Constantemente essa parcela da sociedade é vítima de violência. O Brasil, por exemplo, é o país que mais mata pessoas trans no mundo. De acordo com a ONG alemã Transgender Europe foram 546 casos entre 2011 e 2015. Quando contamos os assassinatos de lésbicas, gays e bissexuais nos últimos quatro anos, o número, contabilizado pelo Grupo Gay da Bahia, salta para 1.560. Por isso, precisamos de levantamentos que apontem quanto somos e como vivemos para exigir direitos e mostrarmos que estamos presentes em as esferas da sociedade”, diz.

13148206_263947253950850_1666535600_o (1)
Um smartphone será sorteado entre os participantes do censo LGBT de Goiânia

Para participar e ajudar a levantar dados geográficos da população LGBT, basta acessar o portal www.censolgbt.com.br e responder corretamente as questões. Segundo Ferreto, o questionário leva no máximo três minutos para ser concluído. “Pessoas LGBTs são vítimas de violência cotidianamente. E entendemos que a violência não é apenas a que mata, mas aquela que ultraja, difama e diminui o outro apenas por ele ter uma orientação sexual diferente. Diante disso, precisamos unir força e mostrar que existimos”, afirma.

Um smartphone será sorteado entre os participantes. O sorteio, auditado pelo Procon Goiânia, será realizado dia 3 de Junho de 2016 às 11h na sede do Grupo DiverCidade, no Setor Leste Universitário, com transmissão ao vivo pelo YouTube.

Nathan Sampaio

Mato-grossense, 24 anos, criador e editor do Midiacult e jornalista. Formado em Comunicação Social pela Universidade Federal do Mato Grosso decidiu, depois de ser vendedor, projetista, assessor, social media, diagramador e web designer, que também queria um site. E tá aí, o Midiacult pra vocês.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *