Coluna PraComer – Armazém do Churrasqueiro comemora mais de uma década de sucesso

Inaugurado há mais de dez anos, o Armazém do Churrasqueiro nasceu como uma loja de produtos para churrasco, mas não demorou a assumir a sua verdadeira vocação de restaurante. Comandado pelo paulistano e chef Luiz Fiori, um apaixonado pela gastronomia, a casa é especializada em cortes de carnes nobres e especiais. Premiado pela VEJA COMER & BEBER em 2017 como o melhor restaurante de carnes de Goiânia, o Armazém do Churrasqueiro também foi escolhido pelo crítico gastronômico do jornal O Popular, Breno de Faria, como a melhor churrascaria da cidade.

O reconhecimento não é por acaso: a casa prepara com maestria quinze cortes assados na brasa. Um dos pratos mais famosos, O bife de chorizo angus, vem à mesa com duas guarnições à escolha (feijão-tropeiro, legumes na parrilla, farofa crocante de bacon e arroz com alho, manteiga e manjericão figuram entre as opções). Também proveniente de gado da raça angus, a suculenta costela assada em baixa temperatura e levemente defumada – servida apenas nos fins de semana, é uma das mais pedidas da casa.

Bife Chorizo

Novidade

Para os adoradores de hambúrgueres, a novidade é o Black Burger Dry Aged: 180 gramas de carne assada na brasa, queijo meia cura, cebolas roxas confitadas, aioli de ervas frescas e pão brioche de fermentação natural.

Burger do Armazém

Dia a Dia

No almoço de segunda a sexta, a casa oferece pratos executivos a partir de R$ 38,00, com entrada, prato principal e acompanhamentos como arroz biro-biro, fritas e a deliciosa farofa de ovos e sobremesa.

Serviço: Armazém do Churrasqueiro – Rua 15, 2174, Setor Marista, (62) 3245-2085 (76 lugares). 11h30/15h30 e 19h/23h (seg. 11h30/15h30; sáb. 11h30/17h e 19h/23h; dom. 11h30/17h).

Nathan Sampaio

Mato-grossense, 24 anos, criador e editor do Midiacult e jornalista. Formado em Comunicação Social pela Universidade Federal do Mato Grosso decidiu, depois de ser vendedor, projetista, assessor, social media, diagramador e web designer, que também queria um site. E tá aí, o Midiacult pra vocês.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *